DICAS DO QUE NÃO FAZER NAS PROVAS DE CORRIDA

 

·         Correr com tênis não específico par a sua pisada:

Caso você tenha uma pisada neutra e usa um tênis para pisada pronada, cuidado. Em curto prazo, você não irá sentir nada. Porém, ao longo dos treinos, põem ocorrer desconfortos e até levar a graves problemas nas articulações dos joelhos, principalmente.

 

·         Usar tênis novos em dia de prova

Tudo certo em quere usar sue novo para de tênis novos, mas você pode correr um risco ( de bolhas e torções, por exemplo) desnecessário. É muito importante fazer alguns treinos com o tênis antes da prova- isso é importante para amaciá-lo e molda-lo ao seu pé.

 

·         Fazer uma prova muito além do ritmo em que está acostumada

Caso você esteja treinando a um tempo e já tem um ritmo determinado, correr muito além do de sempre pode aumentar o risco de lesões, pelo aumento do impacto do corpo contra o solo.

 

·         Ir direto com o calcanhar na passada

Isso é feito de forma inconsciente. Porém, caso você encoste primeiro o calcanhar, há uma desvantagem: os ossos dessa região, que recebem a maior parte da carga do peso do corpo, não possuem um a alta capacidade de absorver esse impacto. Além disso, esse choque é transmitido do calcanhar para a perna e, quando chega ao joelho, faz a região absorver a outra parte do impacto. Isso com o tempo, pode levar ao chamado joelho do corredor.

 

·         “Soltar” o corpo na descida

Fazer isso é uma forma de consumir menos energia na descida. Quando se consome menos energia a sensação de conforto é maior e normalmente você começa a se deslocar mais rapidamente. Contudo, o que faz você sentir essa maior facilidade é que seu corpo está sendo projetado excessivamente para frente. Isso leva o impacto a cada pisada, podendo ocasionar dores nos joelhos, por exemplo.

·         Iniciar uma prova com o máximo esforço

Correr na máxima intensidade logo na largada sobrecarrega os sistemas de produção de energia das células musculares precocemente- prejudicando o desempenho na prova. Há o acúmulode substâncias tóxicas, pela alta produção energética, que impossibilitam você correr mais forte e só são eliminadas com o corpo em repouso.