Atividade Física e Dores nas Costas

Atividade Física X Dores Nas Costas

 

Ter dores na coluna é um problema comum. Segundo estimativas da OMS (Organização Mundial de Saúde), 85% da população sofre ou ainda vai sofrer desse mal. As dores podem aparecer em três partes diferentes da coluna: lombar (localizada acima do quadril), dorsal (na parte central das costas) e cervical (entre a cabeça e o tronco).

É possível diminuir as chances de ter crises com exercícios para fortalecer a musculatura estabilizadora da coluna. Eles são importantes não só para quem nunca teve problemas de coluna, mas também para quem já sofreu com as dores e não quer passar por isso novamente.

Em geral toda atividade física recruta a musculatura estabilizadora - que são os músculos que mantém a coluna na posição correta, mas uma atitude pró-ativa para direcionar exercícios para esse região seria o ideal. Outro fator de risco que causa as dores na coluna e deve ser evitado é o aumento de peso. O excesso de peso é o maior inimigo da coluna, pois a cada 10 quilos acima do peso adequado, o risco de prejudicar a coluna aumenta em 25%.O sedentarismo também é um dos responsáveis pelas dores nas costas.

 A vida sedentária é o grande mal da vida moderna. A coluna agradece a prática de exercícios, pois eles ajudam no fortalecimento muscular, aumento da flexibilidade e melhora da irrigação sanguínea das fibras musculares da região dorsal.

O cigarro também é inimigo, pois ele contém substâncias que prejudicam a circulação sanguínea. A menor irrigação dos vasos nos discos vertebrais que protegem a coluna faz com que eles percam a maleabilidade. Como a função dos vasos é absorver os impactos que a coluna sofre no dia-a-dia, o fumante fica sem o 'amortecedor' natural.

Por fim, a postura incorreta é uma das maiores responsáveis pelas dores nas costas. A pessoa precisa saber como levantar da cadeira e da cama como se sentar corretamente e como se vestir.